Dia da Mulher e um retrato do empreendimento feminino

O que é o Dia da Mulher e um retrato do empreendimento feminino

0 0
Read Time:4 Minute, 19 Second

O Dia da Mulher, celebrado em diversas partes do mundo no dia 08 de março, é uma data que honra e apoia a força feminina. É sempre importante lembrar cada passo que levou as mulheres aos direitos que tem hoje, e tudo o que ainda precisa ser construído.

E como nós apoiamos mulheres que empreendem, em honra desta data, preparamos este artigo com um panorama do mercado de empreendimento feminino no Brasil. Vem com a gente saber mais sobre essa data, por que ela é tão importante, e qual é o papel da mulher no mundo dos negócios atualmente!

 

O que é o Dia da Mulher?

Em 1977 a Organização das Nações Unidas – ONU, reconheceu o dia 08 de março como data oficial em celebração às mulheres. No entanto, esse marco nasceu muito antes, com diversas revoluções femininas em prol de direitos políticos, trabalhistas, independentes e até mesmo para acabar guerras. 

O primeiro ato oficial de mulheres de que se tem notícia aconteceu em 1908, nos Estados Unidos, quando 1500 mulheres se uniram em um protesto pela igualdade econômica no país. 

Em 1909, uma série de protestos femininos por mais direitos trabalhistas na indústria fechou mais de 500 fábricas de tecidos americanas, mas foi só em 1911, também nos EUA, que aconteceu o fatídico incêndio na cooperativa têxtil que matou mais de 130 operárias que trabalhavam em condições precárias, e que marcou o mundo. 

Em 1910, uma resolução para a criação de um dia para a defesa dos direitos das mulheres foi aprovada por mais de 17 países, mas foi apenas entre 1914 e 1915, quando mais de 90 mil mulheres Russas protestaram nas ruas contra a fome, a falta de direitos, as condições de trabalho, e principalmente contra a guerra, que a data se consagrou em 8 de março. O protesto, que ficou conhecido como “Pão e Paz”, ajudou a derrubar o império russo, e provou a força feminina. 

Desde então, diversas passagens da história se acumularam para formar o dia das mulheres como conhecemos hoje, repleto de luta por direitos e coragem. E como podemos ver, a luta trabalhista, por direitos e independência, sempre esteve muito presente. Por isso, não podemos deixar de comparar o passado com o empreendedorismo feminino de hoje, e pensar no que já mudou. 

 

As mulheres estão empreendendo mais?

Nos últimos anos, o empreendedorismo feminino cresceu em 40%. Já são mais de 30 milhões de mulheres empreendendo no Brasil. Destas, 44% é chefe de família. Este seria um dos motivos para que as mulheres atuem como empreendedoras individuais: conciliar a rotina e o trabalho. 

Da empreendedora: @ticiana.confeitariaartistica no Instagram

Caixa na foto: VC20

 

Um fato importante é que mais mulheres jovens estão empreendendo. O futuro é delas, que pensam de maneira mais ampla e cada vez mais. De acordo com o Sebrae, das empreendedoras, 24% tem até 35 anos, enquanto apenas 18% dos homens que empreendem estão nessa faixa etária.

Isso significa que as mulheres estão começando a empreender cada vez mais cedo, e em diversas indústrias. 

Da empreendedora: @atelieheliavianacake no Instagram

Caixa na foto: MT25 kraft

 

O papel da mulher nos negócios:

Embora ainda existam muitos desafios, o papel da mulher no empreendedorismo tem não apenas crescido, como também aberto portas. O Brasil é o sétimo país na lista de maior número de empreendedoras femininas com novos negócios, aqueles que possuem menos de 42 anos. 

Esses dados são prova de que as mulheres têm buscado mais independência financeira, o que automaticamente reduz o número de desemprego para o gênero, gera mais oportunidade e movimenta a economia. O mercado de cosméticos, por exemplo, não para de crescer. 

Da empreendedora: @consultora.ericaguimaraes no Instagram

Caixa na foto: VC15 branca

 

As mulheres que empreendem também são uma inspiração para outras. Por meio das redes sociais, as grandes influencers conseguem mostrar que é possível mostrar seu talento e ter seu próprio negócio. 

Tudo isso, a independência financeira e a prova da capacidade, inspira uma nova leva de mulheres que, cada vez mais, conseguem escapar de relações abusivas e precárias, tanto no trabalho quanto em casa. 

Da empreendedora: @cantimdalu no Instagram

Sacola na foto: Garrafa 1

 

A responsabilidade social em apoio às mulheres:

Ainda há muito o que fazer para conquistar direitos, como salário justo, aumento na escolaridade, redes de apoio e segurança para todas as mulheres, principalmente as que fazem parte de grupos de minorias ou vulnerabilidade social. 

Por isso, é dever de empresas e instituições conscientes apoiarem essa causa, e se lembrarem que o Dia Internacional da Mulher não é apenas uma data a ser comemorada.

A Kaiambá é uma empresa ESG, título que certifica instituições e cooperativas que se preocupam com o impacto social, as pessoas, os funcionários e o meio ambiente. Nosso processo de fabricação inclui mulheres socialmente vulneráveis, gerando renda e oferecendo condições de trabalho justas.

Para nós, as empreendedoras são o futuro da economia, e elemento mais importante em toda a nossa história. Por isso, queremos celebrar as mulheres todos os dias, e trabalhar para conquistar cada vez mais juntas. 

Quer saber mais sobre a Kaiambá, nossas embalagens e projetos? Siga @kaiambaembalagens nas redes sociais e não perca os conteúdos.

About Post Author

Ka

Empreendedora | Blogueira | Consultora Digital
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presente para o dia das mães - saiba quais produtos vendem mais Previous post Presente para o dia das mães – saiba quais produtos vendem mais
Saiba mais sobre como é feito o papel e as embalagens kraft Next post Saiba mais sobre como é feito o papel e as embalagens kraft